in

Cão-guia: cachorro leva o seu dono que tem Alzheimer todos os dias de volta para casa

O uso de cães-guias para ajudar os deficientes visuais a caminharem é algo bastante comum hoje em dia. Mas você já viu algum cachorro ajudando pessoas com Alzheimer a chegarem de volta em casa? Isso é uma grande demonstração de amor do cachorro Less com o seu dono, Sr. Mariano, de 75 anos, pois o animal sempre leva o seu dono de volta para o lar.

Em 2012, Mariano foi diagnosticado com Alzheimer, e isso o fez esquecer o caminho de casa, já que essa doença faz as pessoas esquecerem de coisas importantes do cotidiano. A partir desse acontecimento, Less começou a ser o cão-guia de Mariano, fornecendo assistência, amor e carinho para o seu dono, sempre que ele precisa.

Antes do desenvolvimento da doença de Alzheimer, Mariano era um homem ativo, pois ele trabalhava e era bastante produtivo no seu dia a dia. Mas, após o diagnóstico desse problema de saúde, Mariano nunca mais foi o mesmo. A sorte é que ele tinha e ainda tem Less, o seu cachorro que proporciona toda a assistência que necessita.

Como Less conseguiu se tornar um cão-guia?

Por mais que ainda não seja tão comum, existem diversos cachorros que são ensinados a não só ajudar deficientes visuais, mas como também proporcionar assistência para pessoas que se encontram na melhor idade e não possuem mais condições de passear sozinhas.

Além de ajudar na caminhada, os cachorros podem ser considerados terapêuticos e antidepressivos, por conta do seu companheirismo e alegria.

E esse é o caso de Less: o cachorro participou de um curso em uma clínica veterinária, e por isso consegue ser um cão-guia para Mariano. Além disso, o cachorro também ajuda o seu dono a passar pelos momentos difíceis gerados pelo Alzheimer, proporcionando momentos de alegria e diversão.

Como o cachorro ajuda no tratamento de Mariano?

Antes de ter Less, Mariano passava o dia sentado no sofá, sem realizar muitas atividades do cotidiano por conta da sua desorientação ao caminhar pelos lugares, afinal ele poderia se perder a qualquer momento.

Mas, logo depois que recebeu o cachorro, Mariano teve a sua liberdade e independência de volta: com a ajuda do cão-guia, ele pode andar por aí, caminhando alegre e sorridente, junto com o seu maior companheiro.

Por mais que o Less não tenha sido criado com o intuito de ser um cão-guia, o animal com apenas um breve curso de treinamento conseguiu proporcionar toda a ajuda que Mariano necessitava.

Por conta da capacidade de ajuda do cachorro, ele sabe exatamente como agir quando Mariano fica desorientado. Sem falar que, Less consegue ajudar o seu dono a voltar para casa, sem precisar da ajuda de ninguém.

Por conta disso, os passeios de Mariano pelos parques e praças da cidade têm se tornado cada vez mais frequente. Afinal, com a ajuda de Less, ele pode passear por onde quiser, contemplando belas paisagens e se divertindo bastante com o seu animalzinho de estimação. Incrível, não é mesmo?

Por meio dessa história, podemos concluir que o cachorro também é capaz de proporcionar de volta a independência de uma pessoa que se encontra debilitada, através da doação de amor, carinho e afeto, e da esperteza dos animais em aprender os caminhos de volta para casa.

Esse é mais um caso de amor animal! Se você deseja saber mais casos emocionantes como esse, continue acompanhando o blog, pois postaremos ainda mais histórias emocionantes da bela relação entre o homem e o seu melhor amigo: o cachorro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Amor canino: cachorro mora em cemitério após acompanhar o enterro da dona

Uber Pet: transporte de animais para banho e tosa