in

Cachorro corre por 200 km em busca dos donos que o rejeitaram

Os cachorros são os melhores amigos do homem, e também os mais leais. Isso é o que mostra diversas histórias sobre cachorros, que quando se perdem, sempre voltam para a casa dos seus donos para proporcionar amor, carinho e atenção. E é sobre esse assunto a nossa história de hoje!

Maru found by volunteers

Essa história aconteceu na Rússia, quando uma proprietária de um canil – chamada de Alla Morozova – vendeu uma cadelinha, de 5 meses de idade, para um casal que morava em Krasnoyarsk.

Após ter passado 6 meses da compra do animal – que se chamava Manora -, o casal ligou para Alla e pediu para devolver a cadelinha, já que essa tinha sérios problemas relacionados à alergia, e que por isso era inviável continuar cuidando do animal.

Maru in Krasnoyarsk

Já que ela não quer ver nenhum dos seus cachorros à solta e sem segurança e proteção, Alla sempre aceita a devolução dos animais. Por isso, quando os animais são comprados, e os donos não os querem mais depois de um tempo, Alla pede para que seja informada, já que ela sempre aceita os animais de volta.

Maru arrives in Novosibirsk

Por isso, quando o casal de Krasnoyarsk disse que não queria mais o animal, logo Alla fez um acordo, pedindo para que enviasse a cadelinha de volta para o canil por meio de um comboio. Além disso, a dona do canil finalizou o acordo falando que seria necessário ter um responsável pelo cachorro ao longo do percurso.

Mas, no meio do caminho em direção ao canil, a cadelinha se assustou com alguma coisa, acabou tendo um ataque de pânico e escapou do comboio. A pessoa que estava responsável pelo animal durante o trajeto ainda o chamou, mas a cadela não voltou e continuou a correr.

O que os donos do animal fizeram?

Visto que não seria mais possível pegar o animal, o responsável por ele ligou para os seus donos, avisando que o cachorro teria fugido, e não seria possível encontrá-lo. Após os donos receberem a notícia, eles avisaram para Alla que a cadelinha teria fugido durante o percurso.

Quando soube do problema com a cadelinha, Alla logo pediu para que os donos do animal a procurassem em Achinsk. No entanto, o casal falou que não iria atrás do animal, pois ele tinha fugido, e não tinha mais condições de encontrá-lo.

Alla conta que nesse momento se chateou, pois os donos do animal não estavam nem um pouco preocupados em encontrá-lo. Por conta disso, a dona do canil foi em busca de alguns voluntários para que eles ajudassem a encontrar a cadelinha.

Como encontraram o animal?

Depois de 2 dias e meio, os voluntários conseguiram encontrar o animal, em uma área industrial da cidade de Krasnoyarsk, cidade na qual morava o casal que adotou a cadelinha. O animal foi encontrado chorando, com focinho e patas quebradas porque percorreu cerca de 200 quilômetros a procura do casal que o abandonou. Isso porque a cachorrinha acreditava que esse lugar seria o seu lar, sem saber que os seus donos a tinham abandonado.

A maior prova do amor animal!

O animal voltou para a sua casa por conta do seu senso de direção e da vontade em encontrar os seus antigos donos e voltar para o seu lar. Isso porque a cachorrinha é da raça mastim inglês, e esses animais são considerados os guardiões da família, e por isso gostam de cuidar dos seus donos.

Maru’s injured paws

Alla conta que é surpreendente que o animal tenha ido em direção ao seu antigo lar por mais que não tivessem pontos de referência ao longo do caminho e que o animal não conhecesse a cidade por inteiro – afinal ele vivia somente no quintal da casa dos seus antigos donos.

Alyona Makhova with Maru on the way to Novosibirsk

Após encontrar o animal, Alla levou o cachorro de volta para o canil e o ajudou com tratamentos veterinários. Portanto, a cadelinha está se recuperando do acontecido. Incrível, não é mesmo? Não é possível mensurar o tamanho da lealdade e do amor animal!

Maru at the dog shelter in Krasnoyarsk

E aí, você já ouviu alguma história parecida com essa? Conte para a gente e continue acessando o nosso blog, pois toda semana temos novidades sobre o mundo do amor animal!

Fonte: siberiantimes.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Morador de rua, que tem a sua cachorrinha como protetora, reencontra a sua família depois de 30 anos

Cachorro é adotado por casal, e logo depois dá à luz aos seus filhotes no banco detrás do carro