in

Amor animal: cachorro falece 15 minutos após o seu dono morrer de câncer

Na matéria de hoje, o final não é tão feliz, mas podemos dizer que, de fato, o cão é o melhor amigo do homem e que a sua lealdade é inquestionável.

Isso porque Stuart Hutchison, que já havia sido diagnosticado com um agressivo câncer em 2011, morreu, em sua casa na Escócia, após a doença se espalhar por todo o seu corpo em agosto deste ano. Logo após perceber a perda do dono, o seu cachorro, de forma surpreendente, faleceu 15 minutos depois. Emocionante, não é mesmo?

Mas, como é possível explicar essa forte conexão entre o dono e o cachorro?

Nero, como era chamado carinhosamente o buldogue de Stuart, tinha uma relação muito forte com o seu dono, como se fossem pai e filho, já que o cachorro a todo momento estava com ele, seja em situações fáceis ou difíceis.

Assista histórias no YouTube

Além disso, Stuart estava sofrendo com a sua doença degenerativa decorrente de um tumor no cérebro, ao mesmo tempo que o seu cachorro se encontrava com uma ruptura na espinha. Portanto, o dono e o seu cachorro, de acordo com os diagnósticos médicos, estavam com sérios problemas de saúde.

Assim, passando por momentos difíceis de forma paralela, eles se tornaram bons companheiros e proporcionaram força um para o outro durante as situações mais complicadas. E, faleceram praticamente juntos, já que um não conseguia suportar a ideia de viver sem o outro.

Por mais que essa história seja forte e emocionante, é nesse momento que podemos perceber que o amor animal é enorme e que os cães são fortes aliados do homem. Por isso é tão importante dar carinho e amor ao seu bichinho de estimação.

Como é possível compreender o amor animal em situações como essas?

Stuart e Nero tinham uma relação forte: desde o princípio, o dono viu o cachorro como uma forma de dar amor e lutar pela vida contra uma doença que perdurou por longos 8 anos.

Em meio a processos de quimioterapia e cirurgias, Stuart se alegrava ao ver e se divertir com o seu incrível companheiro, Nero, ao chegar em casa.

A esposa de Stuart, que ainda se encontra abalada com a dupla perda, conta que Stuart e Nero eram inseparáveis, e que o buldogue francês era extremamente apegado ao seu dono, afinal eles estavam juntos a todo momento.

Por conta desse amor animal e da intensa proximidade, após Stuart perder a batalha para o câncer, Nero – que também se encontrava doente – não conseguiu lidar com a perda e acabou também partindo dessa para melhor.

Assim, 15 minutos após o falecimento de Stuart, Nero também se foi. Os inseparáveis partiram juntos: o dono e o seu cachorro, companheiro de todas as horas, que o ajudava a passar pelos árduos processos de quimioterapia e proporcionava alegria nos momentos que Stuart mais precisava.

Essa história emocionou a família e toda a cidade de Alloa, onde Stuart nasceu e viveu por toda a sua vida. Além disso, esse caso também chocou todo o mundo, demonstrando o poder da lealdade dos animais.

A partir disso podemos chegar à conclusão que: o amor animal é imensurável, e que a relação entre o homem e o cachorro é muito mais forte do que podemos imaginar.

E aí, gostou da nossa matéria de hoje? Se você deseja saber mais notícias sobre o mundo animal, continue acompanhando o nossos blog!

Fonte: claudia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abandono de animais: cachorrinha deixada em abrigo por ser muito carinhosa foi adotada por uma família amorosa

Adoção de cão de rua: As pessoas que adotarem terão até 50% de desconto no IPTU